Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

Os Livros Apócrifos e Apocalípticos 3

Capítulos - Os Livros Apócrifos e Apocalípticos : 3 1 2 3 a) A doutrina de Deus À medida que o tempo avança, nota-se uma tendência em toda esta literatura para se frisar a transcendência de Deus. Parece evidente a relutância em mencionar o nome de Deus, para o que se empregam diferentes perífrases. Em 1 Macabeus, por exemplo, nunca se fala de Deus diretamente, mas em regra alude-se ao "Céu". Vejamos o seguinte passo: "A vitória não depende da multidão dos exércitos, pois a força vem do Céu". Deste modo compreendemos como é que o escritor judeu Mateus usa constantemente no seu Evangelho a expressão "reino do Céu" em vez de "reino de Deus", tanto do agrado dos outros evangelistas. Os rabis não raro se referem a Deus, com expressões como esta: "Vais agora prestar contas ao Rei dos reis, o Único Santo, bendito seja Ele" (Pir. Ab. 4.29). Pelo mesmo motivo se dá relevo à doutrina dos anjos, para evitar a necessidade da intervenção dir

Os Livros Apócrifos e Apocalípicos 2

Capítulos - Os Livros Apócrifos e Apocalípticos : 2 1 2 3 a) Os apócrifos propriamente ditos O livro 1 de Esdras é uma narração fragmentária dos acontecimentos lembrados no livro canônico de Esdras, juntamente com a história dos três cortesãos, um dos quais se chama Zorobabel e que teve papel preponderante na festa de Dario. O livro 2 de Esdras não passa dum apocalipse do primeiro século da era cristã, de certo modo o mais trágico de todos os apocalipses. Tobias é uma história romântica que nos fala da sepultura dos mortos e do casamento de Tobias. Foi escrito provavelmente nos fins do século III A.C. Judite é outra obra de ficção a propósito da libertação duma cidade do exército assírio. Não vai além da época dos macabeus (cerca de 150 A. C.). O descanso de Ester é um apêndice ao livro canônico, e inclui orações e decretos, que vêm tornar mais explícito o caráter religioso do livro. A sabedoria de Salomão é considerado um dos livros mais representativos e mais sublimes da sabe

Os Livros Apócrifos e Apocalípticos 1

Capítulos - Os Livros Apócrifos e Apocalípticos : 1 1 2 3 I. SIGNIFICADO DA PALAVRA "APÓCRIFO" Com o nome de "apócrifos" designamos, normalmente, os livros que a Vulgata Latina contém, mas que não estão incluídos no Velho Testamento Hebraico. A presença de tais livros na Vulgata, exceção feita a 2Ed, deve-se à tradução grega da Septuaginta, fonte da versão latina destes livros. Afirma-se, geralmente, que este fato demonstra que os judeus de Alexandria versados na língua grega lhes deram plena canonicidade, e que a Igreja primitiva adotou pura e simplesmente a Bíblia Grega. Nada de certo, porém. Os livros em questão são de origem palestiniana, escritos na maior parte em hebraico ou aramaico. Embora populares tanto na Palestina como na Dispersão, é provável que não estivessem no mesmo plano que os outros livros canônicos em todas as regiões. O termo "apócrifo" pode, então, significar "estranho" ou "de fora". Mas não se trata dum

Orações Mágicas dos Essênios

A descoberta dos chamados Manuscritos do Mar Morto, no século 20, aumentou o interesse dos pesquisadores do Antigo e do Novo testamento sobre as comunidades da seita judaica dos Essênios, consideradas responsáveis pela elaboração desses manuscritos. Admite-se hoje que as doutrinas dos Essênios, seu afastamento das coisas mundanas e seu estilo de vida comunitário influenciaram a aurora do cristianismo, e muitos acreditam que João Batista e o próprio Jesus estiveram em estreito contato com as comunidades essênias que pontilhavam os desertos da Palestina. Nesses focos de devoção e busca foram elaborados esse exercícios espirituais, que chegaram até nós por meio da tradição oral e da Biblioteca de Qumran, na qual  se encontraram alguns dos  manuscritos do Mar Morto. Tais doutrinas também são divulgadas pela Ordem do santuário (um ramo independente da Igreja Católica que trabalha com cura espiritual). O centro desse ensinamento era a árvore da Vida, associada à cabala judaica. Essa árvo

Oração de Manassés

Alocução 1Ó Senhor onipotente, Deus de nossos pais, de Abraão, Isaac e Jacó, e de toda a sua descendência de justos; 2Tu que criaste os céus e a terra, com tudo o que neles existe; 3que acorrentaste o mar com a tua palavra forte, que confinaste o abismo, selando-o com teu Nome terrível e glorioso; 4pelo qual se abalam todas as coisas, tremendo perante teu poder; 5ninguém pode sustentar o esplendor da tua glória, e a tua ira contra os pecadores é insuportável, 6embora sem medidas e sem limites é a tua misericórdia prometida; 7Tu és o Senhor das Alturas, de imensa compaixão, grande tolerância e gigantesca misericórdia; demonstras piedade com o sofrimento humano! Ó Senhor, conforme tua imensa bondade, prometeste penitência e perdão àqueles que pecaram contra Ti, e na clemência sem conta apontaste a penitência aos pecadores para que pudessem ser salvos. Confissão dos Pecados 8Assim, Senhor, Deus dos justos, não apontaste penitência para os justos, para Abraão, Isaac e Jac

O Segundo Livro de Adão e Eva 22

Capítulos - O Segundo Livro de Adão e Eva : 22 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 1 Mas Enoque guardou o mandamento de Jared seu pai e continuou a ministrar na caverna. 2 E foi a esse Enoque que aconteceram muitas maravilhas, e que também escreveu um célebre livro; mas essas maravilhas não podem ser contadas aqui. 3 Então, após isso, os filhos de Seth desencaminharam-se e caíram, eles, seus filhos e suas esposas. E quando Enoque, Matusalém, Lamec e Noé os viram, seus corações sofreram por causa de sua queda na dúvida cheia de descrença; e eles choraram e buscaram a misericórdia de Deus, para que os protegesse e os retirasse desta geração má. 4 Enoque continuou a ministrar ante o Senhor por trezentos e oitenta e cinco anos, ao findar este período ele soube, pela graça de Deus, que Deus tencionava removê-lo da terra. 5 Ele então disse a seu filho: "O meu filho, eu sei que Deus tencionava trazer águas do dilúvio sobre a terra

O Segundo Livro de Adão e Eva 21

Capítulos - O Segundo Livro de Adão e Eva : 21 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 1 Após isso, um outro grupo reuniu-se e foi procurar por seus irmãos; mas todos pereceram como os outros. E assim foi, grupo após grupo, até que sobraram apenas uns poucos. 2 Então Jared caiu enfermo de pesar e sua enfermidade era tal que o dia de sua morte aproximou-se. 3 Então ele chamou Enoque, seu primogênito, e Matusalém, filho de Enoque, e Lamec, filho de Matusalém, e Noé, filho de Lamec. 4 E quando eles chegaram à sua presença, orou por eles e abençoou-os e disse-lhes: "Vós sois filhos justos, inocentes; não desçais desta Montanha Sagrada; pois vede, vossos filhos e os filhos de vossos filhos desceram desta Montanha Sagrada e dela se afastaram por seus desejos abomináveis e desobediência ao mandamento de Deus. 5 "Mas eu sei, pelo poder de Deus, que Ele não vos deixará nesta Montanha Sagrada porque vossos filhos desobedeceram ao Seu