Apocalipse de Baruch 76


Palavras de Exortação de Baruch ao Povo
Eu, Baruch, parti daquele lugar e cheguei junto ao povo e reuni desde os maiores até os menores. E falei-lhes: "O vós, filhos de Israel, prestai atenção! Vede quantos de vós sobraram das doze tribos de Israel! A vós, porém, bem como aos vossos pais, o Senhor deu acima de todos os povos a Lei. Mas por terem os vossos irmãos transgredido os Mandamentos do Altíssimo, Ele lançou o castigo sobre vós e sobre eles. Assim como não poupou aos primeiros, assim também entregou os últimos à deportação, e não deixou deles nenhum resto. Agora estais aqui comigo.
"Se em vossos caminhos andardes com retidão, não precisareis mais exilar-vos, como foram exilados os vossos irmãos; mas ao contrário, eles tornarão para junto de vós. Pois Aquele a quem prestais louvor é clemente; é rico de amor Aquele em quem tendes esperança, e solícito em fazer-vos o bem e não o mal. Acaso não semeastes aquilo que agora atinge Sião? Ou pensais porventura que somente o chão pecou, sendo por isso assolado? Ou que o reino da terra se desencaminhou, e por isso foi castigado? E por acaso não sabeis? Por vossa causa, por vossos delitos foi agredido o que era isento de pecado. Por causa dos prevaricadores foi entregue aos inimigos o que era sem culpa."
Então o povo todo dirigiu-se a mim e falou: "Nós procuramos, na medida das nossas forças, voltar o nosso pensamento para o bem que outrora nos foi indicado pelo Todo-Poderoso. E daquilo que não mais cogitamos Ele tem conhecimento, na sua grande misericórdia. Todavia, rogamos-te a seguinte providência por nós, teu povo: manda aos nossos irmãos na Babilônia uma carta de instrução e uma carta de alento! Assim tu os fortalecerás, antes de nos abandonares. Eles sentem a falta do pastor de Israel; apagaram-se as luzes que outrora brilhavam e secaram as fontes das águas das quais bebíamos. Fomos abandonados na escuridão, na floresta espessa, no deserto, cheios de sede.
Eu falei a eles: "Os pastores, as luzes e as fontes, todos eles procederam da Lei. E mesmo que tenhamos de ir embora, a Lei permanece presente. Tende pois olhos atentos à Lei e prestai atenção na sabedoria, então não vos faltará a candeia, o pastor não irá embora, a fonte não secará. Todavia, atendendo ao vosso pedido, eu enviarei à Babilônia uma carta aos vossos irmãos, e esta manda-rei por mãos humanas. Mas outra carta mandarei também às nove e meia tribos, e essa transmitirei através de um pássaro".
Aos vinte e um dias do oitavo mês, eu, Baruch, retirei-me e assentei-me sob um carvalho, à sombra dos seus ramos, e ninguém estava junto de mim; eu estava só. Ali eu escrevi as duas cartas; uma remeti às nove e meia tribos, através de uma águia, a outra encaminhei aos da Babilônia por intermédio de três homens. Chamei a águia para junto de mim e disse-lhe: "O Criador te fez de forma tal a seres superior às outras aves. Assim, agora, alça vôo! Não baixes em lugar nenhum! Não vás a ninho algum! Não pouses em nenhuma árvore até que não sobrevoes o grande e largo rio Eufrates e tenhas chegado junto ao povo! Lança-lhes esta carta! Lembra-te de como no tempo do dilúvio Noé recebeu da pomba o fruto da oliveira, após tê-la soltado da Arca.
"Da mesma forma, os corvos serviram a Elias, trazendo-lhe alimentos, como lhes fora ordenado. Também Salomão enviava um pássaro sempre que desejava mandar alguém a algum lugar, para obter uma informação; em cada missão, o pássaro obedecia. Agora portanto não esmoreças e não te desvies, nem à direita nem à esquerda! Voa diretamente ao destino, para cumprires a ordem do Todo-Poderoso, de acordo com a minha incumbência."

Apocalipse de Baruch 75 Apocalipse de Baruch 76 Apocalipse de Baruch 77


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Significado do piercing na língua

Como adicionar Gadget e Widget flutuante na barra lateral do Blog

Este gatinho amputado ganhou patas biônicas, e você tem que ver ele andando novamente

13 pessoas que tinham uma tarefa e falharam miseravelmente nela